Ai que calor! Ninguém aguenta esse mormaço ...

Não agüento mais o calor que faz aqui dentro desta fábrica.

AS FONTES DE CALOR MAIS FREQUENTES

C1 Calor e umidade gerados pelas pessoas. Não parece mas é significativo.
C2 Calor gerado pelos equipamentos (motores, bombas, estufas, fornos, etc.)
C3 Calor gerado pelo processo (furar, dobrar, estampar, etc.)
C4

Calor gerado pelas luminárias e instalações elétricas.

C5

Calor gerado pelas paredes laterais.

C6 Calor gerado pela cobertura (telhado, laje, forro, etc.)

SOLUÇÕES

Antes de se pensar em qualquer tipo de solução é necessário calcular a Carga Térmica.

Para cada fonte de calor existe uma fórmula pra o cálculo da carga térmica.

Exemplo: Em uma das fábricas estudadas, encontramos os seguintes números:

C1(pessoas):     14.510 m3/hora
C2(máquinas):    32.130 m3/hora
C3:(processo):      9.710 m3/hora
C4(luminárias):    79.720 m3/hora
C5(paredes):    91.790 m3/hora
C6:(cobertura):  170.630 m3/hora
Total:  398.490 m3/hora

RECOMENDAÇÕES

1 Lembre-se sempre que o ar quente sobe rapidamente e fica na parte de cima.
2 Não existe a Solução Única que vai resolver totalmente o problema. A solução ideal está na combinação racional de diversas soluções.
3 A direção do fluxo de calor dentro da fábrica vai depender da direção do vento fora do prédio.
4 A fábrica fica mais abafada nos dias em que não está ventando.
5 Há casos em que o exaustor joga para fora justamente o ar fresco que acabou de entrar na fábrica.
6 O ar fresco que acabou de ser injetado, por ser mais frio, mergulha rapidamente para ficar junto ao piso e é o primeiro a sair pelas portas.
7 Nem sempre o lanternim e outras aberturas do teto conseguem promover a saída do ar quente. As vezes é pelo lanternim que entra o ar quente de fora que fica sobre o telhado.
8 Árvores nas laterais diminuem a incidência dos raios solares sobre as paredes laterais.
9 Instalar janelões na parte superior das paredes irá promover a saída do ar quente. Estas janelas não podem ser do tipo basculantes pois estas dificultam a passagem do ar.
10 Aplicar um isolante térmico na parte externa das paredes.
11 Aplicar um isolante térmico na parte de cima da cobertura.
12 Se a cobertura for de laje de concreto, instale um telhado sobre a laje.
13 Diferentes tipos de telhas possuem coeficiente de condutibilidade diferentes. Veja quais são.
14 As empresas especializadas em aplicação de isolante térmico, geralmente são licenciadas para determinado processo ou material (patenteado) e não podem oferecer outro tipo de solução.
15 Faça uma avaliação do grau de solução que o processo ou material daquela empresa irá proporcionar no seu caso em particular. O Conforto Térmico deve ser analisado caso a caso. Solução que deram certo em outras fábricas podem não dar certo no seu caso.
Se você já fez tudo isso e a fábrica continua quente e abafada, você deve consultar um engenheiro especializado em Conforto Térmico. Mas, não contrate qualquer um pois as condições climáticas brasileiras são únicas no mundo. Soluções que funcionam muito bem na Alemanha não funcionam no Brasil. Veja por que
Se você não quer perder tempo e principalmente dinheiro, você deve contratar já um engenheiro experiente. O seu problema será melhor resolvido, em menor tempo e o custo final será bem menor.
  

CONTRATE O PROFESSOR WATANABE

A problemática do Conforto Térmico é muito mais complexa do que as pessoas imaginam e, muitas vezes, não basta instalar ventiladores (de teto ou de parede).
Soluções que utilizam aparelhos de ar condicionado custam caro, além de provocar alergias e doenças respiratórias.
Com mais de 30 anos de experiência profissional, o professor Watanabe poderá encontrar a solução mais saudável para o seu caso.
Ligue agora mesmo e peça um orçamento sem compromisso:
LIGUE >>>>
telefone.jpg (2244 bytes) <<< LIGUE

Conheça o coeficiente de Condutibilidade Térmica de alguns materiais.
Clique aqui para ver outros casos de Patologias das Edificações.
Saiba o que é Habitabilidade e como o ambiente afeta o Metabolismo do seu organismo.

Sua fábrica 
tem Manual do Usuário?
 

Sua fábrica tem problemas no Telhado?

Sua fábrica tem problemas com o Vento?

Sua fábrica tem problemas com os RAIOS?
logop.JPG (8706 bytes)

Sua fábrica tem problemas com Taludes e Barrancos?

Apareceram uns problemas que já tentamos consertar mas não conseguimos Está na hora de receber orientação técnica para a correção do problema.
Então, peça já um orçamento para a realização de uma Vistoria Técnica:
 

CALOR DO SOL

Calcule quanto calor passa pelo Telhado.


A importância do SOL em nossa vida.
       

[5335] -  ET-10\www oberto\conforto abrica.htm em 06/01/2001, atualizado em 21/01/2015.