Prezados companheiros do grupo GEROI-Brasil:logoGEROIpequeno.JPG (7568 bytes)

FotoRMW.jpg (2736 bytes)

AS PRIMEIRAS SEMENTES

20/05/2007

logo2006.gif (6987 bytes)

      Eu tenho andado muito por aí e observado que

Certo dia, Deus estava navegando pelo Multiverso, assim como a gente faz hoje pela Internet. Andar, andar, andar ... dando um clique aqui outro ali, de vez em quando se entreter em alguma frase de efeito e deletando outras.

Multiverso é minha visão sobre a multiplicidade do universo. Para mim, Universo é uma coisa limitada, restrita e finita pois é única. Multiverso é a coexistência de muitos universos simultaneamente. (nada como uma manhã de domingo para meditar)

Pois é, nas origens do tempo, nesses passeios Deus apenas constatava o óbvio, pessoas apenas vivendo, apenas crescendo e apenas se multiplicando, conforme orientação dada por ele mesmo.

Certo dia, Deus se surpreendeu com um grupo de pessoas fazendo uma coisa diferente. Uma coisa que não estava nos manuais de procedimento. As pessoas desse grupo estavam a SELECIONAR feijões. Tinhas, essas pessoas, colocado grãos de feijão, que foram catados de um pé, em uma tosca tigela e estavam transferindo, grão a grão, de uma tigela para outra.

O surpreende, nessa atividade é que eles transferiam de uma tigela para outra apenas grãos bonitos, gordos e bem formados. Esses grãos bonitos é que iam para a panela para servirem de almoço naquele dia. Havia uma lógica óbvia nessa escolha. Eles queriam saborear a coisa boa.

A outra tigela, isto é, aquela em que sobraram os grãos feios, mal formados era simplesmente descartada, isto é, os feijões feios eram jogados fora.

Depois de algum tempo (aliás muito tempo) algumas pessoas do grupo perceberam (não é qualquer pessoa que é dotada de uma coisa chamada “percepção”) que daqueles feijões descartados nasciam novos pés de feijão.

Não é preciso dizer (nós hoje sabemos disso, espero que todos) os pés nascidos desses feijões descartados tinham a tendência de produzir novos feijões, porém carregando a carga genética daqueles que foram descartados, isto é, os novos feijões eram igualmente feios e malformados à imagem daqueles que foram descartados. Havia, claro, no meio desses feijões feios alguns bonitos. A natureza é pródiga pois sempre nos envia um nasco de esperança mesmo quando todas as esperanças estejam perdidas.

São as exceções. Da mesma maneira em que numa caixa de maçãs bonitas, uma única poderá contaminar e inutilizar toda a caixa, no meio de um punhado de feijões feios sempre surgirá um feijão bonito. É a exceção que contradiz a Lei de Murphy.

Um belo dia, um maluco teve uma idéia maluca. Em vez de selecionar os feijões bonitos para serem cozinhados e descartar os feios, ele “inverteu as bolas” (como faz o ZEN que recomenda “inverter as bolas” de vez em quando). Resolveu fazer uma brincadeira de descartar os feijões bonitos.

Não é preciso dizer que os tradicionalistas, os conservadores, os acomodados e todo o resto da tribo “caíram de pau” no coitado.

Pois é, a partir desses feijões bonitos que foram descartados nasceram pés que passaram a produzir muitos feijões bonitos. Estava descoberta a Evolução.

Prezados companheiros do grupo GEROI.

Nesta linha manhã fria que traz as primeiras baforadas do inverno (boas para alguns e odiadas por outras) vejo-me à frente desse teclado maluco (quem foi que inventou essa disposição de teclas denominada QWERT?) redigindo esta crônica maluca.

Precisamos tomar cuidado ao pensar no que é útil ou não para os outros. O que é bonito ou feio nesse maluco meio de troca de idéias que é a INTERNET.

Um simples elogio, quando feito para alguém que está começando significa INCENTIVO. A gente compreende que ninguém nasceu sabendo e que existe um instante nessa nossa fugaz existência em que damos o nosso primeiro passo. Obviamente esse primeiro passo é desengonçado, meio sem jeito. Nessa hora é importante o incentivo, o estímulo (já ouvi esta palavras em algum lugar o Rotary). Temos que elogiar, temos que “puxar o saco”, apelar para a vaidade. Emitir palavras tolas como “vá em frente”, “você consegue”, “você é um vencedor”, “parabéns” e outras que não representam necessariamente a verdadeira realidade.

Da mesma forma, quando algum rotariano diz que viajou não sei quantos mil quilômetros apenas para dar uma palestra de meia hora, deixando o aconchego de seus familiares, abandonando parte de seu importante tempo profissional e sendo esse rotariano um certo alguém conhecido, alguns outros rotarianos “caem de pau” classificando tal comunicado como sendo “vaidade”.

Mas comunicação é ação, isto é, é a Ação de Transmitir uma certa Informação. Então não deve ser omitida, não deve ser sonegada. Não podemos julgar as pessoas. Não devemos julgar se os outros são merecedores ou não de receber tal informação. Quem julga descarta a Evolução.

Como eu já disse em outras oportunidades (e na época recebi saraivadas de críticas) recebo diariamente 450, 480 emails nos meus 28 endereços que disponho. Obviamente vem muita porcaria, muita besteira. Viagra, Enlarge Pênis, Titulo Eleitoral Cancelado, muitas críticas pessoais. Recebo até insistentes recados de que “As Quatro Avenidas Não Morreram”. Estou pensando em criar um site intitulado “Four Avenues Forever”.

Então, vamos dar liberdade às pessoas de enviar o que bem entenderem e AO MESMO TEMPO vamos ativar os nossos FILTROS no Outlook, no Eudora, no Firewall e até desenvolver filtros seletivos e criar espaços de tempo para abrir cada um desses grupos selecionados de emails em horários adequados. Uso até do botão direito do mouse. Eu tenho um grupo de emails que abro pela amanhã (servem de estímulo, de incentivo, de desafio) para começar o dia. Tenho um outro grupo que abro na hora do almoço (são respostas a emails anteriores, tanto ida como volta) e tenho um horário antes de dormir para aqueles que requerem reflexão.

Reservo as manhãs de domingo para emails do tipo como este presente.

São mais profundos, mais radicais (vão a fundo como as raízes de árvores de porte), mais elaborados e melhores revisados. Tomo mais cuidados para não pisar em nenhum dos 1.092 pés geroianos.

Já mencionei o caso do Governador que no princípio do GEROI produzia com freqüência artigos muito interessantes mas que deixou de enviar (e nunca mais o fez) depois que um outro companheiro do GEROI manifestou um desagravo. Veja que perda! Eu sei que ele vai ler esta matéria e espero que reconsidere essa sua decisão.

A razão principal do sucesso da INTERNET está justamente na liberdade da gente poder enviar o que bem entender.  Isso deve ser estimulado.

Num grupo reservado como o GEROI, em que o remetente precisa estar cadastrado, é ótimo dispormos dessa liberdade. De todos os grupos em que eu participo, o GEROI é o único em que  os MODERADORES não são CENSORES que deletam tudo aquilo que, na limitada visão deles, será inútil para o grupo. Se alguém, mesmo que inadvertidamente, enviar alguma bobagem, temos a oportunidade de corrigi-lo, de alertá-lo, de orientá-lo. Nunca recriminá-lo. Publicamente ou reservadamente. Cada um de nós tem a oportunidade de começar, de poder começar, com ou sem tropeços. Levamos muitos meses para aprender a ficar de pé e dar alguns míseros passos. Recebi uma educação que diz “korobu tabi ni tiê ga deru”, isto é, “Aprendemos a cada tombo".

 

Veja mais sobre Capacitação em Liderança em:
Gato_42.gif (19003 bytes)
Veja mais sobre o processo de aprendizado em:
Pato_04.gif (9403 bytes)

 

Esta é uma página pessoal que contém uma opinião essencialmente pessoal a cerca do tema Tempos Modernos.
As opiniões são, no fundo, "provocações" feitas aos nobres companheiros rotarianos e são baseadas em contatos, estudos e experiências pessoais e vale-se da liberdade proprocionada pela WEB. Ninguém é obrigado a aceitar, nem se pretende afirmar que as opiniões aqui colocadas sejam verdadeiras. Agora, se você gostou, pode imprimir, copiar e divulgar à vontade.
Roberto Massaru Watanabe
membro do Rotary Club de São Paulo - Tatuapé - EMAIL: roberto@ebanataw.com.br. Watanabe é engenheiro e como tal participou do projeto das grandes obras da engenharia nacional como a Rodovia dos Imigrantes e as hidrelétricas de Ilha Solteira, Itaipú e Tucurui. Nesses empreendimentos, adquiriu muita prática na organização e condução de grandes equipes.

RMW\GEROI\temposmodernos.htm em 06/05/2007, atualizado em 22/05/2009 .

    RMW-1664-12/04/2024