Prezados companheiros do grupo GEROI-Brasil:logoGEROIpequeno.JPG (7568 bytes)

FotoRMW.jpg (2736 bytes)

A  AÇÃO   ROTÁRIA

15/02/2007

logo2006.gif (6987 bytes)

      Entendo que AÇÃO é movimento, modo de atuar, resultado de uma força,

energia, acontecimento, batalha e muitas outras coisas que dependem quiçá de intrincados contextos e talvez até mesmo um simples gesto.

Entendo também que existem diversos tipos de ações: Ação que constrói, que edifica, ação que dignifica, que soma, que gratifica, que engrandece e que enobrece.

Mas também existe a ação que magoa, que humilha, que despreza, que maltrata, que judia, que diminui e que destrói.

Quando olhamos para a estrutura do Rotary percebemos, não sem uma certa dificuldade, que no objetivo do Rotary constam dois verbos, duas ações, dois movimentos – ESTIMULAR e FOMENTAR.

Entendo que estimular é incitar, picar, instigar, excitar, ou melhor, provocar a excitação, a exaltação, a agitação para o exercício da Ação Rotária. Ao mesmo tempo, entendo que fomentar é promover, incentivar, encorajar, dar condições para a prática da Ação Rotária.

Seria esta, a Ação Rotária? Provocar e dar condições?

Vejo também que o Rotary é, fundamentalmente, uma filosofia de vida que se propõe a solucionar o eterno conflito entre o desejo de lucro pessoal e a necessidade de auxiliar o próximo. Percebo que esta filosofia é precisamente a filosofia do servir, expressada pelo lema “Dar de Si Antes de Pensar em SI”.

Mas o caminho é nebuloso, é acidentado, é tortuoso, é conflitante, é litigioso. Há atalhos? É possível encontrar uma sistematização para esse caos?

Talvez a humildade, a fraternidade, o companheirismo, aliados à dignidade, ao respeitoso reconhecimento e enaltecendo o trabalho, árduo, dedicado estariam em nossa relés competência, às nossas cotidianas ações, ao exemplo de nossas condutas indicando o caminho para a aproximação, para o amor, para a compreensão e para a tolerância e aceitação incondicional do outro como o outro é?

Seriam essas as quatro picadas, as quatro alternativas, os quatro caminhos, enfim de tão magníficas e grandiosas as Quatro Avenidas?

Pois é, companheiros. Eu pelo menos, procuro considerar a minha ocupação como uma oportunidade adicional para ser fiel à letra e ao espírito do padrão moral da minha comunidade, ser justo com todos aqueles com quem me deparo no meu dia a dia e procuro oferecer a minha experiência e meu conhecimento para o meu próximo, não importa se é rico ou pobre, se é homem ou mulher, se é velho ou jovem e nunca tirei vantagem nem solicitei privilégios especiais a quem quer que seja, onde quer que fosse. Sigo a minha carreira em Rotary como qualquer um poderia seguir.

Sim, meus amigos. Qualquer um pode e deve procurar praticar a Ação Rotária. Não é difícil, aliás é muito fácil. Precisamos apenas de um pequeno treino. Um longo e trabalhoso pequeno treino.

Precisamos sempre agir pois Ação é movimento, modo de agir, resultado da aplicação de forças. Mas não devemos agir sem combinar. Somos seres gregários, dependemos uns dos outros. Ação individualista não é Ação Rotária. Lembrem-se sempre que combinar não é impor. Pensem muito bem, pensem bastante, reflitam profundamente antes de dizer.

Por isso é importante termos em mente que primeiro se PENSA, para depois DIZER e finalmente FAZER. Não fiquem só no pensamento.

Não fiquem só no discurso. Pensem, Digam e Façam.

Pratiquemos, companheiros, a Ação Rotária.

 

 

Veja mais sobre Capacitação em Liderança em:
Gato_42.gif (19003 bytes)
Veja mais sobre o processo de aprendizado em:
Pato_04.gif (9403 bytes)

 

Esta é uma página pessoal que contém uma opinião essencialmente pessoal a cerca do tema Princípio das Classificações.
As opiniões são, no fundo, "provocações" feitas aos nobres companheiros rotarianos e são baseadas em contatos, estudos e experiências pessoais e vale-se da liberdade proprocionada pela WEB. Ninguém é obrigado a aceitar, nem se pretende afirmar que as opiniões aqui colocadas sejam verdadeiras. Agora, se você gostou, pode imprimir, copiar e divulgar à vontade.
Roberto Massaru Watanabe
membro do Rotary Club de São Paulo - Tatuapé - EMAIL: roberto@ebanataw.com.br. Watanabe é engenheiro e como tal participou do projeto das grandes obras da engenharia nacional como a Rodovia dos Imigrantes e as hidrelétricas de Ilha Solteira, Itaipú e Tucurui. Nesses empreendimentos, adquiriu muita prática na organização e condução de grandes equipes.

RMW\GEROI\acaorotaria.htm em 15/02/2007, atualizado em 23/05/2009 .

    RMW-1592-12/04/2024