FotoRMW.JPG (8710 bytes)

Roberto Massaru Watanabe

UM POUCO DA MINHA EXPERIÊNCIA

Formei-me em Engenharia Civil pela Escola Politécnica da Universidade de São Paulo mais conhecida como Poli-USP, turma de 1972, e tive a rara oportunidade de participar do projeto das obras de porte da Engenharia Nacional como a Rodovia dos Imigrantes, Metropolitano de São Paulo, Anel Rodoviário de São Paulo (hoje denominado Rodo-anel), Sistema Cantareira de Abastecimento de Água, Emissário Submarino de Santos e as Hidrelétricas de Jupiá, Ilha Solteira, Água Vermelha, Itaipú e Tucuruí.

 

Dessas obras todas, destaco o Projeto do Sistema de Transmissão Associado à UHE de Tucuruí, uma linha de transmissão em 500 kV desde Imperatriz no Maranhão até Belém no Pará, a primeira obra de engenharia na Amazônia com uma extensão total de 1.300 km com muitos mosquitos, malária, rios, furos e peixes - muito peixe.

 

Trabalhar nessas obras não significa que não tenha trabalhado em obras pequenas. Construi centenas de casas, sobrados, lojas, fábricas e prédios como todo engenheiro em início de carreira.

 

Nessas obras, eu tive a oportunidade de aprender muito e, além da engenharia de construção, adquiri experiência em organização de equipes, melhoria da comunidade e técnicas de liderança. Na década de 70-80 por falta de literatura técnica na área de programação de computadores redigiu inúmeros livros - veja um deles.

 

Trabalhei também no IPT, o Instituto de Pesquisas Tecnológicas do Estado de São Paulo onde estudei as Patologias das Edificações e chefiei o Laboratório de Construção Civil quando tive a oportunidade de conhecer bem os materiais e componentes construtivos como telhas, lajes, portas e janelas além de estudar a fundo problemas de infiltrações, trincas, recalques de fundações e dilatação térmica de componentes construtivos.

 

Por mais de 19 anos fui professor de pós-gradução na UNICAMP, a Universidade Estadual de Campinas.

 

Atualmente presto consultoria em Segurança, Conforto e Habitabilidade das edificações através de vistorias técnicas em casas, sobrados e edifícios acometidos por trincas, infiltrações e outros problemas que tiram o sossego dos moradores e usuários.

 

Para a realização de perícias de engenharia disponho de uma infra-estrutura formada por técnicos altamente especializados, além de contar com uma ampla parceria técnica com engenheiros, arquitetos e outras especialidades em quase todos os ramos da engenharia com os quais mantenho diversos sites especializados para disseminação de informações técnicas adquiridas nas condições brasileiras. 

 

Infelizmente a produção de literatura técnica é muito pobre no Brasil e uma boa parte das informações técnicas disponíveis no mundo não se aplicam às condições brasileiras onde encontramos condições peculiares de clima, chuva, umidade, temperatura, solo, materiais e mão de obra que não se encontram em nenhum dos países de primeiro mundo.

 

É por isso que mantemos, eu e equipe, vários sites que abordam os problemas mais comuns que encontramos nas construções de edifícios e prédios brasileiros, apresentando dados resultante da nossa ação em vistorias e perícias realizadas nesses mais de 40 anos de trabalho. Milhares de estudantes, graduandos e pós-graduandos de engenharia e de arquitetura usam os dados disponibilizados nos sites para ilustrarem e comporem seus trabalhos de conclusão de curso e teses acadêmicas.

 

Os sites abordam os problemas sob o aspecto técnico apresentando as causas mais comuns e, quando possível, indicando tipos de soluções, caso a caso, mas não ficam restritos aos aspectos técnicos e apresentam, quando viável nas atribuições profissionais, aspectos legais e implicações judiciais passíveis de serem tomadas no encaminhamento da solução do problema.

 

Se você tem problemas na sua casa, sobrado, fábrica ou apartamento, contrate uma Vistoria Técnica. Devido a diversos fatores, é muito comum, no Brasil, a ocorrência de desabamentos de sobrados e prédios e, pior, com conseqüências fatais. Peça já um orçamento, sem compromisso,

 

Desejando entrar em contato comigo, ligue no telefone (11) telefone.jpg (2244 bytes) ou envie um email para roberto@ebanataw.com.br.

ET-11/www/roberto/RMW.htm em 30/05/04, atualizado em 12/12/2016.